Pimenta e longevidade

Pesquisadores analisaram dados de mais de 16000 americanos que foram seguidos por uma média de quase 19 anos e mostraram que o consumo de pimenta vermelha foi associado com 13% menos risco de morte. Já que esse estudo foi observacional, ele não oferece prova de uma relação de causa e efeito, mas ele ressalta evidências já existentes que alimentos picantes podem ter benefícios que podem ajudar as pessoas a viverem mais.

relacao da pimenta e alimentos picantes com a longevidade nutricionista sao paulo

Estudos prévios sugeriram que um componente da pimenta chamado de capsaicina pode ter efeitos antioxidantes, anti-obesidade, antiinflamatórios e anticancerígenos. Os autores do presente estudo dizem que a capsaicina pode também ter ação antimicrobiana. Mas, pratos picantes não são indicados para todos, particularmente aqueles com problemas gastrointestinais.

Referência

http://www.webmd.com/food-recipes/news/20170118/

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>