Relação da fibra e da barriga flácida

A gordura abdominal é extremamente prejudicial para a saúde e na verdade aumenta o risco de doença cardíaca, diabetes tipo 2 e outras doenças. Felizmente, ela pode ser eliminada e, estudos recentes mostram que um maior consumo de fibra está associado ao menor risco de gordura abdominal. A fibra insolúvel não se mistura com a água e age principalmente como um agente para aumentar o bolo fecal e passá-lo pelo intestino. Isso pode ajudar com a constipação. A fibra solúvel se mistura com a água e forma um gel viscoso que retarda o quão rápido o estômago libera o alimento digerido no intestino. Ela ajuda a reduzir a gordura abdominal.

fibras-solúveis-e-insolúveis

Uma grande variedade de bactérias saudáveis intestinais está associada com um menor risco de gordura abdominal, mas mais pesquisas precisam ser feitas para confirmar isso. E apesar de ainda não estar claro o porquê, muitos estudos mostram que pessoas que consomem mais fibra solúvel têm uma maior variedade de bactérias e melhores prognósticos de saúde. A sua bactéria intestinal pode digerir a fibra solúvel e no processo ela produz ácidos graxos de cadeia curta, os quais estão relacionados com menor risco de gordura abdominal. Além disso, estudos com animais mostram que eles ajudam a reduzir o risco de câncer de cólon.

Perder peso pode ajudar a perder gordura abdominal. A fibra solúvel pode auxiliar na perda de peso atenuando o apetite, reduzindo assim o consumo calórico. Ótimas fontes de fibra solúvel incluem sementes de linhaça, legumes, grãos, frutas e vegetais. Aumente o consumo de fibras lentamente para não ter efeitos colaterais como empachamento e má digestão. Os suplementos de psyllium, glucomannan e inulina são promissores para a perda de gordura abdominal, no entanto, mais pesquisas são necessárias.

 

Referência

https://authoritynutrition.com/fiber-and-belly-fat/

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>