Arquivo da tag: diabetes

Resveratrol e Sensibilidade à Insulina

11 de Março de 2015

reserve_rotator

Apesar do alto consumo médio diário de gordura na França, comparada com outros países europeus, estudos epidemiológicos documentam uma taxa relativamente baixa de mortalidade cardíaca. Esse fenômeno é chamado de paradoxo francês, principalmente pelo consumo alto de vinho tinto pelos franceses. O vinho tinto é conhecido por ser rico em vários compostos polifenólicos que podem ter uma variedade de benefícios. Entre esses polifenóis, o resveratrol parece ser o mais estudado, provavelmente pelo fato de aparentemente afetar vários processos fisiológicos e bioquímicos como demonstrado em estudos com culturas celulares e com animais. Por outro lado, estudos em humanos ainda tem resultados inconclusivos.  Continue lendo

Deficiência de vitamina B12 em pacientes diabéticos

3 de Março de 2015

blog-nutricao-joyce-defiencia-vitamina-b12

A vitamina B12 ou cobalamina é uma vitamina hidrossolúvel que tem um papel crucial na síntese do DNA, ótima hematopoiese e função neurológica. A figura clínica da deficiência de vitamina B12 é predominantemente característica da disfunção hematológica e neurocognitiva. A principal fonte de vitamina B12 é a proteína animal. A Vitamina b12 é um micronutriente essencial para a síntese do DNA, reparo celular e hematopoiese normal junto com outros micronutrientes como o folato e o ferro. Continue lendo

Diabetes: Dieta, Exercícios Físicos, Índice Glicêmico, Transtornos Alimentares

12 de novembro de 2014

diabetes-blog-nutricao-joyce-rouvier-4

Dieta

No caso dos carboidratos o ideal é dar preferência aos complexos, ou seja, ricos em fibras para que não ocorra uma hiperglicemia como os integrais, cereais, legumes, verduras e algumas frutas. O consumo de açúcar refinado, mel, doces e refrigerantes não é recomendado. Proteínas magras como peixes e frango são mais indicadas por terem menor teor de gorduras saturadas. Alimentos ricos em vitaminas e minerais também são de extrema importância. Frutas mais doces como mamão, banana, manga, açaí e suco de laranja devem ser consumidas com cautela. A ingestão de fibras também deve ser priorizada afim de ajudar no bom funcionamento intestinal e na melhora do perfil glicêmico e lipidêmico. O ideal é uma consulta com um nutricionista para que este avalie a melhor dieta para cada indivíduo. Continue lendo

Diabetes: Prevalência, Sintomas, Patologias Associadas e Tipos

11 de novembro de 2014

diabetes-blog-nutricao-joyce-rouvier-1

Prevalência, sintomas e patologias associadas

Diabetes mellitus é uma doença do metabolismo de açúcar causada pela falta ou pela ação insuficiente da insulina. Quando a insulina não age adequadamente, a glicose não consegue entrar na célula e se acumula no sangue causando alterações no funcionamento de vários órgãos.

Em novembro de 2012 a International Diabetes Federation publicou o seguinte: há no mundo cerca de 371 milhões de pessoas portadoras de diabetes com idades entre 20-79 anos de idade, o número de portadores é crescente em todos os países, 50% das pessoas portadores desconhecem esta condição e, o Brasil ocupa a 4ª colocação entre os países de maior prevalência, 13,4 milhões de pessoas, o que corresponde a 6,5% da população entre 20-79 anos de idade. Continue lendo

Diabetes Mellitus

14 de novembro de 2013

N

O diabetes mellitus é uma doença definida pela falta de insulina ou de sua incapacidade de exercer adequadamente seus efeitos provocando uma resistência à insulina. Existem três tipos de diabetes: tipo 1, tipo 2 e gestacional. A tipo 1 consiste em uma produção de insulina pelo pâncreas insuficiente e os seus portadores necessitam de doses diárias de insulina para a manutenção da glicose. Pode ocorrer em qualquer idade, mas é mais comum em crianças, adolescentes e adultos jovens. A tipo 2 corresponde a 90% dos casos, ocorrendo normalmente em obesos, pessoas com mais de 40 anos, com dieta inadequada, sedentárias e normalmente é assintomática podendo levar à complicações.

A gestacional é caracterizada pela presença de glicose elevada na gravidez e normalmente é normalizada após o parto, entretanto, mulheres que apresentaram esse quadro na gestação são mais propensas a desenvolverem diabetes tipo 2 tardia. Normalmente as complicações incluem queixas visuais, cardíacas, circulatórias, digestivas, renais, urinárias, neurológicas, dermatológicas e ortopédias, entre outras. Para que não haja a presença dessas complicações é necessária uma dieta adequada visando o controle da glicemia.

Continue lendo