Coisas que aumentam a gordura abdominal

11 de dezembro de 2016

O excesso de gordura abdominal é muito prejudicial à saúde. É um fator de risco para doenças como síndrome metabólica, diabetes tipo 2, doença cardíaca e câncer. O termo médico para gordura abdominal não saudável é gordura visceral, a qual se refere a gordura acumulada em torno do fígado e outros órgãos no abdômen. Mesmo pessoas de peso normal com gordura abdominal excessiva podem ter um aumento no risco de problemas de saúde. O consumo frequente de alimentos e bebidas ricos em açúcar ou xarope de milho rico em frutose pode causar a gordura abdominal. Uma dieta pobre em fibras e rica em grãos refinados também.

coisas-que-aumentam-a-gordura-abdominal

Continue lendo

Formas de reduzir o consumo de carboidratos

9 de dezembro de 2016

Bebidas ricas em açúcar são repletas de carboidratos e açúcar adicionado. Evitá-las pode significativamente reduzir o consumo de carboidratos. O pão integral contém muitos nutrientes importantes, mas ainda assim é rico em carboidratos. Ele pode ser substituído por outros alimentos saudáveis, mas com um menor teor de carboidratos com vegetais, castanhas e sementes. O suco de fruta contém muito carboidrato e ao invés de consumido por inteiro deve ser adicionado à água. Tenha sempre à mão beliscos saudáveis de baixo teor de carboidratos como castanhas e queijo para o caso de ter fome entre as refeições.

como-reduzir-o-consumo-de-carboidratos-2

Continue lendo

Recomendações dietéticas para gestantes

7 de dezembro de 2016

Durante a gestação ganhar peso é normal. Na verdade é o melhor sinal que o bebê está crescendo. Naturalmente, isso significa que você precisa comer um pouco a mais do que o normal, no entanto, não significa que deve dobrar as porções. Durante a gestação o corpo se torna mais eficiente em absorver nutrientes dos alimentos, para que você não precise de calorias extras durante os primeiros três meses. Se atente às escolhas alimentares; é importante não comer demais, já que o excesso de calorias pode ser tão prejudicial como não comer o suficiente. Comer demais durante a gestação aumenta o risco de obesidade do bebê futuramente.

recomendacoes-dietetidas-para-gestantes

Continue lendo

Benefícios das sementes de abóbora

5 de dezembro de 2016

As sementes de abóbora podem ser pequenas, mas são ricas em nutrientes valiosos. Consumir apenas uma pequena quantidade delas podem propiciar uma quantidade substancial de gorduras saudáveis, magnésio e zinco. Por conta disso, elas são associadas com vários benefícios para a saúde. Entre eles melhora da saúde cardíaca, saúde da próstata e proteção contra certos tipos de câncer. As sementes de abóbora são ricas em antioxidantes, ferro, zinco, manganês, potássio, cobre e fibra. Os seus nutrientes podem ajudar na saúde cardíaca através da redução da pressão arterial e elevação do colesterol bom.

beneficios-das-sementes-de-abobora

Continue lendo

Shakes proteicos na perda de gordura abdominal

3 de dezembro de 2016

A proteína é um nutriente importante para a perda de peso. Consumir o suficiente desta pode aumentar o metabolismo, reduzir o apetite e ajudar a perder gordura sem perder músculos. Os shakes proteicos são uma forma fácil de adicionar mais proteína adieta, e têm mostrado ajudar na perda de peso. Esses shakes contêm diferentes tipos de proteínas. O whey protein é extraído do soro do leite, facilmente absorvido e contém todos os aminoácidos essenciais. A caseína também é derivada do leite e contém todos os aminoácidos essenciais, mas é lentamente absorvida. A proteína da soja contém todos os aminoácidos essenciais e, a isoflavona a qual é benéfica para a saúde. A proteína de arroz é vegetal e pobre em lisina. A proteína da ervilha também é vegetal e baixa em aminoácidos não essenciais como metionina e cistina.

shake_proteico

Continue lendo

Grãos integrais e longevidade

2 de dezembro de 2016

Pesquisadores mostraram que pessoas que consumiram três porções ou mais de grãos integrais por dia tinham 20% de risco reduzido de morte prematura durante o período de estudo, quando comparadas aquelas que consumiram menos ou nenhuma porção de grãos integrais. Os grãos integrais têm esse nome porque contém o núcleo do grão inteiro, incluindo o farelo, o germe e o endosperma. Os alimentos de grãos integrais incluem a farinha de trigo integral, aveia, arroz marrom e fubá.

marron-graos-integrais-e-longevidade

Continue lendo