Mix de castanhas e frutas secas para a saúde cardiometabólica

25 de julho de 2016

É bem estabelecido que certos padrões dietéticos diminuem o risco de doenças e beneficiam a manutenção da diabetes e da doença cardiovascular. Vários estudos demonstram que dietas ricas em frutas e vegetais podem reduzir o risco de sobrepeso, obesidade, doença cardiovascular, diabetes tipo 2 e hipertensão. Os benefícios das oleaginosas em relação a redução no risco de doença cardiovascular é comprovado. Além disso, seu consumo também está associado com menor risco de mortalidade por todas as causas e por câncer. Outros estudos associam seu consumo com a melhora na regulação do açúcar e insulina sanguíneos, marcadores de inflamação, função endotelial e outros marcadores de risco metabólico.

mix de castanhas e frutas secas nutricao joyce rouvier

Continue lendo

Como a dieta cetogênica pode ajudar na perda de peso e no combate de doença metabólica

22 de julho de 2016

A obesidade e doenças metabólicas são um grande problema de saúde mundial. Cerca de 2,8 milhões de pessoas morrem anualmente por causas associadas com a obesidade. Uma dieta cetogênica é rica em gordura, moderada em proteína e extremamente baixa em carboidratos. Como os carboidratos são reduzidos e a gordura é aumentada, o corpo entra em um estado metabólico chamado de Cetose. Com isso o corpo começar a transformar gorduras em cetonas, as quais são moléculas que podem fornecer energia para o cérebro. Após alguns dias ou semanas com tal dieta, o corpo e o cérebro se tornam muito eficientes em queimar gordura e cetonas como combustível ao invés de carboidratos.

dieta cetogenica para perda de gordura

Continue lendo

Frutos do mar podem diminuir o risco de Alzheimer

21 de julho de 2016

Amantes dos frutos do mar prestem atenção a notícias de duas frontes: mercúrio encontrado no peixe não leva ao declínio mental e, para certas pessoas, uma dieta rica em peixes pode retardar o aparecimento do Alzheimer. Pesquisadores que examinaram cérebros humanos confirmaram que pessoas que comem mais frutos do mar têm mais mercúrio em seus cérebros. Mas, eles não encontraram relação entre os níveis altos cerebrais de neurotoxina e o tipo de dano cerebral que é típico do Alzheimer e da demência. Os pesquisadores também mostraram que comer doses moderadas de frutos do mar pode ter um efeito protetor para pessoas com um risco genético específico para o Alzheimer.

frutos-do-mar-podem-diminuir-risco-de-alzheimer-nutricionista-em-sao-paulo

Continue lendo

Dieta Paleo e diabetes tipo 2

19 de julho de 2016

A dieta Paleo é baseada no princípio de comer de forma similar aos nossos ancestrais paleolíticos, mas o mais moderno possível. Apesar do que é permitido e não permitido variar dependendo de qual versão da dieta você considerar, a ideia geral é que você estará comendo alimentos diretamente da terra (frutas, vegetais, castanhas, sementes, ovos, carne e peixe) e evitará alimentos que provavelmente não eram ingeridos naquela época. Uma das vantagens é que esse estilo de alimentação normalmente significa comer menos quando come fora e mais quando come em casa. Quando você está cozinhando, se tem mais controle – controle dos ingredientes, de quanto você coloca na boca e nos níveis de açúcar sanguíneos.

dieta-paleo-e-diabetes-tipo-2-nutricao

Continue lendo

Como os condimentos de baixa caloria podem melhorar uma refeição

15 de julho de 2016

Mostarda pode ser feita com as sementes de mostarda moidas, oleo e sal. Se está querendo diminuir o sódio, consuma no máximo 1 col de chá de mostarda (60mg de sódio). A mostarda dijon tem o dobro disso. O ketchup é feito com açúcar, tomate e sal, por isso faça o seu caseiro, para obter os antioxidantes e diminuir a quantidade de sódio. Para isso misture o tomate fresco com 1 col de sopa de açúcar mascavo e 1 col de chá de pó de alho e cebola por uma hora.

condimentos de baixa caloria podem melhorar suas refeições

Continue lendo

Padrão dietético na velhice influenciando o desenvolvimento de câncer e doença cardiovascular

13 de julho de 2016

O envelhecimento corresponde com a prevalência crescente de doença crônica, incluindo câncer e doença cardiovascular. O papel da dieta na promoção da saúde é difícil de elucidar, visto que a dieta propicia uma série de alimentos e nutrientes. Pesquisas já focaram em nutrientes individualmente, no entanto, a dieta é multidimensional e compreende muitas interações entre nutrientes e não nutrientes as quais ocorrem quando ingeridos em combinação. Múltiplos nutrientes estão também contidos dentro dos mesmos alimentos, tornando o isolamento de seus efeitos individuais virtualmente impossíveis.

padrao dietetico na velhice influenciando o desenvolvimento de cancer e doenças cardiacas

Continue lendo