Proteínas de Origem Vegetal Poderosas

27 de julho de 2018

Quando escutamos a palavra proteína na maioria das vezes pensamos somente nas carnes, peixes e aves. Mas devemos considerar outras fontes poderosas desse nutriente vinda dos vegetais. Alimentos como a soja, grãos integrais, castanhas e sementes e certos vegetais, que além da proteína são pobres em gordura saturada e contêm fitonutrientes que podem ajudar a combater uma série de doenças. Por exemplo, um copo e meio de aspargo cozido apresenta 6g de proteína, quase a mesma quantidade que um ovo grande. Além disso, tem em sua  composição folato, vitamina C, ferro e bastante fibra. Os grãos da aveia têm em torno de 5-6g de proteína a cada copo. Contém ainda beta-glucana uma fibra solúvel que ajuda no controle do colesterol e promove uma maior saciedade. Dentre as castanhas o pistache apresenta um
maior teor proteico, sendo 6g por porção. Ainda tem fibras, potássio, B6, ferro e antioxidantes. As sementes de chia são outra excelente fonte proteica, sendo que duas colheres de sopa têm em torno de 3g de proteína. Além disso, tem em sua composição ômega-3, um potente anti-inflamatório e cardioprotetor. Outras fontes como o edamame (soja), amaranto e quinoa podem ser incorporados na dieta como lanchinhos protéicos.

Referência: https://bit.ly/1KBlJE8

Razões inesperadas para o Ganho de Peso

25 de julho de 2018

Se você está em estresse constante ocorre a liberação do hormônio do estresse, o cortisol, que aumenta o apetite e a procura principalmente por alimentos com alto teor calórico. Alguns medicamentos como os antidepressivos, antiinflamatórios, hipotensores, anti-diabéticos e antipsicóticos também podem provocar ganho de peso, pois podem aumentar o apetite e a retenção de líquido. No caso da pílula anticoncepcional o ganho de peso na maioria das
vezes é por retenção hídrica. Já no caso da menopausa, a disfunção hormonal provoca uma queda no metabolismo e uma menor queima de calorias. Uma alteração no funcionamento da tireoide, principalmente com uma baixa produção dos hormônios tireoidianos provocam uma diminuição do metabolismo e um consequente aumento de peso corporal. A síndrome do
ovário policístico provoca uma alteração do funcionamento da insulina (hormônio que controla a glicose sanguínea) o que pode aumentar o peso. Parar de fumar também pode
provocar um aumento no apetite; mas normalmente isso dura apenas algumas semanas e por isso deve haver um controle no consumo alimentar. Para o controle do peso corporal só existe uma pílula mágica: dieta equilibrada + atividade física.

Referência: https://wb.md/XgtuNf

Benefícios da Ervilha

23 de julho de 2018

As ervilhas são uma boa fonte de vitamina K a qual auxilia na boa saúde óssea. Também contém B6 e ácido fólico. Esses dois nutrientes ajudam a reduzir a acumulação de um subproduto metabólico chamado homocisteína, uma molécula perigosa que pode obstruir os níveis de colágeno, resultando numa má matriz óssea e osteoporose. Além de afetar a saúde óssea, a homocisteína contribui para a aterosclerose através da sua capacidade de danificar os
vasos sanguíneos, mantendo-os num estado constante de lesão. As ervilhas são ainda uma boa fonte da vitamina B1 e B6, riboflavina ou B2, niacina ou B3 que são nutrientes necessários para a produção de carboidratos, proteínas e metabolismo lipídico. Apresenta ainda um bom teor de
ferro, um mineral necessário para a formação normal de células sanguíneas e da função, cuja deficiência resulta em anemia, fadiga, diminuição da função imunológica e problemas de aprendizagem. Além disso, elas são uma boa fonte da vitamina C, que protege muitas células produtoras de energia e sistemas no organismo dos danos dos radicais livres.

Referência: https://bit.ly/2Lbe5qZ

Alimentos Contra o Câncer

20 de julho de 2018

Nenhum alimento isolado pode prevenir o câncer, mas a combinação certa de alimentos pode fazer a diferença. As frutas e os vegetais são quimiopreventivos devido à presença de certos nutrientes e, quanto mais colorido maior a quantidade de nutrientes. Frutas vermelhas como
morangos e mirtilo tem fitoquímicos, como o ácido elágico, um potente antioxidante que pode ajudar a combater o câncer de várias maneiras, incluindo desativas certas substâncias ancerígenas e retardar o crescimento de células tumorais. O folato é uma vitamina do complexo B que ajuda na prevenção de câncer de mama, reto e cólon. Está presente
principalmente em grãos integrais, na laranja, melão, morango, aspargo, ovos e vegetais folhosos verde escuros. Carnes processadas ou defumadas aumentam o risco de
câncer de estômago e cólon retal e, portanto devem ser evitadas.O tomate, rico em licopeno, diminui o risco de câncer de próstata; principalmente se estiver na forma de
molho ou suco. Uvas e suco de uva, especialmente as uvas roxas e vermelhas, contêm resveratrol. O resveratrol é um potente antioxidante e anti-inflamatório.

Referência: https://wb.md/1kbGnfU

Dicas para Digestão Saudável

18 de julho de 2018

Para combinar os alimentos da maneira correta, coma proteínas com vegetais ou grãos com    vegetais e, evite proteínas com grãos. Existem alimentos naturalmente fermentados como o kefir, o chucrute e o picles, que quando ingeridos, irão alimentar as bactérias boas do intestino e equilibrar a microbiota intestinal. Beber água 15 minutos antes de cada refeição também é benéfico, pois irá ajudar a equilibrar os fluidos gástricos e melhorar a digestão.
Coma até estar saciado, isso deixa 20% de espaço vazio no estômago para facilitar a digestão. O corpo precisa de fibras para eliminar as toxinas e o excesso de hormônios. Comer muitos alimentos ricos em fibras como os vegetais, cereais e frutas irá garantir um alto teor de fibras. Mas, não se esqueça de beber bastante água para não ressecar o bolo fecal e atrapalhar na evacuação. Evite o açúcar e os carboidratos refinados, pois eles alimentam as bactérias intestinais ruins.
Referência: https://bit.ly/1Ez8ejn

Fibras e Grãos Integrais

16 de julho de 2018


Pense em um ótimo alimento: baixo em calorias, que dá uma boa sensação de saciedade e que pode comer em grande quantidade. Maravilhoso não é? É a fibra e é real. Você pode encontrá-la em frutas, verduras, legumes, castanhas e grãos integrais. A maioria das pessoas deve comer mais fibras, especialmente aquelas com diabetes. Mesmo a fibra sendo um carboidrato o corpo não consegue digeri-la. Isso significa que se você não a digere não aumenta a glicose sanguínea. Conforme a fibra se move pelo intestino ela ajuda na digestão, dá saciedade e ajuda a controlar o colesterol e glicose sanguíneos.
Referência: https://wb.md/1sZ2UAW