Entrevista: Yoga

yoga2

Fiz uma entrevista com a Andrea Alves, professora e terapeuta Ayurveda, professora de Yoga e Yogaterapeuta, para tirar algumas dúvidas sobre o Yoga, sua prática e seus benefícios. Confira abaixo:

1. Qual o conceito de Yoga e sua origem?

O Yoga nasceu na Índia antiga e não há uma descrição exata sobre a data de origem. A tradição acredita que os deuses (especialmente Shiva) ensinou aos antigos sábios esta prática de autoconhecimento e desenvolvimento mental. Yoga vem da raiz Yuj, que em sânscrito quer dizer Unidade. O praticante de yoga busca a integridade de corpo, mente e espírito com a consciência universal, onde não há mais limites e diferenças entre indivíduos e natureza.

2. Quais os tipos de yoga mais comuns?

No ocidente a prática mais conhecida é a Hatha Yoga, ou o yoga da força, onde são praticadas posturas corporais e respirações que desenvolvem força, flexibilidade e consciência corporal. A partir desta origem, foram criadas linhas mais recentes como Ashtanga, Iyengar, Vinyasa Flow e Power Yoga. Na Índia, as práticas filosóficas e meditativas são mais comuns.

3. Existe um tipo mais adequado para cada um?

Sim. O mais importante é que o aluno iniciante frequente algumas aulas diferentes até se adequar a uma prática e professor. A empatia com o professor também é muito importante, pois ajuda a desenvolver a confiança.

4. Todos podem praticar? Inclusive gestantes?

Sim, porém é importante estar com a avaliação de saúde em dia, como em qualquer outra atividade física. Se o aluno fizer parte de um grupo específico como cardiopatas ou gestantes, é importante que procure uma aula voltada a essas necessidades com um professor especializado. Para a gestante, a prática de yoga ajuda muito no controle da ansiedade, desconfortos da gestação e especialmente na preparação para o parto.

5. Quais os benefícios à saúde? (transtornos como depressão, ansiedade, como ajuda?)

A primeira atuação da prática de yoga é no sistema endócrino (hormonal). Ela ajuda a diminuir os hormônios do estresse como cortisol e adrenalina e a aumentar os hormônios do bem estar como serotonina e endorfina.

A consciência respiratória ajuda a controla corpo e mente, combatendo a alta ansiedade e distúrbios como depressão. Além disso, as posturas atuam, além do físico, num nível energético e trazem equilíbrio e serenidade para os praticantes.

6. Qual a alimentação mais adequada para a prática?

É importante buscar uma alimentação leve, com base em alimentos naturais. As frutas com cereais (como aveia, por exemplo) são excelente fonte de energia sem deixar o corpo pesado.

7. Existe um local certo para a prática?

O ideal seria um lugar calmo e silencioso. Mas ao longo do tempo o praticante descobre que qualquer lugar pode ser bom quando a mente está focada na ação. Dizemos que o pior barulho é aquele do nosso próprio turbilhão de pensamentos.

8. Toda yoga compreende a meditação?

Se alguma prática não compreende, deveria imediatamente passar a compreender. Este é o grande objetivo do yoga, pois a meditação (com corpo e respiração preparados) nos leva a estados de consciência muito superiores ao que vivemos em nosso dia a dia.

9. Para que serve a meditação?

A meditação nos faz estarmos presentes no aqui agora. A compreender que o presente é o único momento de que dispomos, pois passado já foi e futuro é só uma expectativa. Toda a felicidade que buscamos no mundo de fora já está dentro de nós. Precisamos apenas, através do silêncio e observação plena, lembrarmos-nos disso.

10. Algo mais a acrescentar?

Consulte um médico para saber de suas condições físicas para a prática de yoga e pesquise sobre o profissional e a linha que você pretende praticar. Depois disso, entregue-se à prática e seja feliz. Namaste

Link: http://andreaalves.blog.br/

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>