Arquivo da tag: bebidas

Bebidas esportivas e energéticas

22 de Janeiro de 2016

Pessoas tomam bebidas energéticas porque estas afirmam que melhoram a energia, ajudam na perda de peso, aumentam a performance e, melhoram a concentração. O principal ingrediente de bebidas energéticas é a cafeína. Elas também podem conter extratos de guaraná, taurina, carboidrato na forma de açúcar e, vitaminas. Pessoas bebem bebidas esportivas para repor a água (reidratar) e a perda de eletrólitos através do suor após a atividade. Eletrólitos são minerais como o potássio, cálcio, sódio e magnésio, que mantêm o equilíbrio de fluidos em níveis adequados.

bebidas energeticas e bebidas esportivas nutricao joyce nutricionista em sp 1

Continue lendo

Bebidas esportivas e energéticas

16 de novembro de 2015

Pessoas tomam bebidas energéticas porque estas afirmam que melhoram a energia, ajudam na perda de peso, aumentam a performance e, melhoram a concentração. O principal ingrediente de bebidas energéticas é a cafeína. Elas também podem conter extratos de guaraná, taurina, carboidrato na forma de açúcar e, vitaminas. Pessoas bebem bebidas esportivas para repor a água (reidratar) e a perda de eletrólitos através do suor após a atividade. Eletrólitos são minerais como o potássio, cálcio, sódio e magnésio, que mantêm o equilíbrio de fluidos em níveis adequados.

nutricao joyce bebidas energeticas esportivas 1

Continue lendo

Perigos do álcool

9 de agosto de 2013

O crescimento do Brasil nos últimos 10 anos foi o maior da história e evidências apontam que uma maior renda per capita está relacionada com um aumento do consumo de álcool. O álcool é uma das poucas drogas psicotrópicas que tem seu consumo admitido pela sociedade e de acordo com a Organização Mundial da Saúde a mortalidade associada ao consumo de bebidas alcoólicas supera aquela associada ao tabagismo. De acordo com os estudos populacionais brasileiros, o alcoolismo está negativamente associado com situação socioeconômica, educação, ocupação e renda.

Segundo o levantamento nacional de álcool e drogas (LENAD) de 2012, o qual 4607 pessoas de 14 anos ou mais responderam a um questionário com mais de 800 perguntas a fim de avaliar o padrão do uso do álcool, tabaco e drogas ilícitas, bem como fatores associados ao uso excessivo como depressão, saúde física, violência infantil e doméstica, demonstrou comparado a 2006 um aumento de 20% na proporção de bebedores frequentes (que bebem uma vez por semana ou mais), e um aumento de 10% do consumo de mulheres.

alcool2

Com relação a quantidade de álcool ingerido houve um aumento de 45% para 59%. Metade da população é abstêmica (não bebe), 32% bebem moderadamente e 16% consomem quantidades nocivas de álcool. A boa notícia é com a mudança para a lei de tolerância zero com relação a beber e dirigir houve uma diminuição de 21% na proporção de indivíduos que relatam ter dirigido após ter consumido álcool.

Continue lendo